Qual é a diferença entre acidente e incidente?

Uma pequena alteração no início da palavra muda completamente o sentido, por mais parecidas que pareçam ser. Você sabe qual a diferença entre acidente e incidente? Vamos começar com as definições literais das palavras.

De forma simples, incidente é algo que ocorre de forma inesperada, mas não causa grandes danos ou consequências. É um episódio não premeditado e que ocorreu de maneira acidental.

O acidente, da mesma forma, é algo inesperado, porém, suas consequências são maiores, e muitas vezes, irreversíveis. É algo maior, que afeta profundamente os envolvidos, como por exemplo uma tragédia ou até mesmo a morte.

Se relacionarmos para o ambiente de trabalho, teremos uma definição bem parecida, segundo o Tribunal Superior do Trabalho, conforme dispõe o art. 19 da Lei nº 8.213/91, “acidente de trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados referidos no inciso VII do art. 11 desta lei, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho”.

Nestes casos referidos no artigo citado acima, englobamos viagens a trabalho, serviços feitos fora da empresa, doenças contraídas através de um serviço feito para a empresa, ou até mesmo dentro do local.

A diferença entre os dois pode estar em um simples EPI. Se um trabalhador usando luvas toca em algo muito quente, sem saber, ele levará um susto, mas não se machucará. Porém, se ele estiver sem luvas, ele pode sofrer graves lesões.

O incidente pode ser considerado um aviso para que não aconteça um acidente, mas nem sempre isso de fato acontecerá. É preciso estar atendo às regras de segurança e todos os equipamentos indicados para determinados locais, para que não haja incidentes ou acidentes.

A redução de um ocasiona na redução do outro, quanto maior for o cuidado da empresa com questões de segurança, menor será o risco de incidentes e ainda menor os riscos de acidentes. É uma reação em cadeia.

A falta de EPIs ou o não uso de EPIs também é um sinal de que acidentes podem acontecer. Por tanto, é preciso estar atento a todos os riscos e às possibilidades de incidentes e acidentes que a empresa pode estar oferecendo aos trabalhadores.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo