Critérios para determinação de eficácia de EPIs

Critérios para determinação de eficácia de EPIs

Por mais 26 anos (criado pela Portaria nº 25 de 29.12.1994) o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, em breve deixará de existir sem nunca ter, de fato, cumprido o objetivo proposto – gerar resultados a partir dos requisitos para A Gestão e para O Gerenciamento de riscos ocupacionais. Ignorados pela maioria, distorcido por uns; maquiado por outros, chega ao seu ocaso.

Uma nova proposta, espelhada a harmonizada em elevados padrões de qualidade da primeira norma internacional especificamente criada para estabelecer os requisitos de qualidade para a Gestão e para o Gerenciamento de Riscos Ocupacionais, a ISO 45001, nasce um novo tempo.

Modernos conceitos, métodos, padrões, técnicas & práticas estão disponíveis. Cláusulas e requisitos legais favorecem a construção de resultados para o atendimento de expectativas e necessidades de todas as partes envolvidas – Trabalhador, Investidor, Governo, Sociedade.

Todavia, será fundamental e imperioso “entender” (requisitos legais) para “atender” (critérios técnicos) garantidores de resultados sustentáveis e de melhoria contínua.

Neste aspecto, o Equipamento de Proteção Individual – EPI, para ser realmente eficaz, precisar ser usado com critérios que comprovem sua eficácia! O simples fornecimento de EPI não é suficiente. Caberá ao Empregador, comprovar a sua eficácia (virtude de se tornar efetivo / real. Força de produzir efeitos / resultados). Tradicionalmente, os profissionais de SSO e demais envolvidos, apresentam enorme dificuldade para demonstrar evidências de forma robusta e inequívoca, tal condição.

Nossos estudos permitem apresentar o caminho. Estruturas que compreendidas oferecem sustentação da “eficácia do EPI”: Caminhos para a estruturação dos 18 Critérios para a determinação de eficácia do EPI. Orientação para a tomada de decisão.

Você pode. Você deve entender para atender as expectativas e necessidades de todos os envolvidos.

You have problems; We are the solution!

Você tem problemas; nós temos a solução.

\"\"

 

Sobre o autor:
\"RSData

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo