Qual a importância da SIPAT para a empresa?

NR 4

SIPAT IMPORTÂNCIA PARA A redução de custos EMPRESARIAIS, proteção da saúde, integridade física  e da vida de quem produz

O acidente não ocorre por acaso; ele só ocorre onde a prevenção falha!!! Portanto, reconhecemos e aceitamos que é um imprevisto. Algo que deixou de ser previsto, evitável e … gerou um evento danoso (acidente). Par os “leigos”, apenas destino ou fatalidade…

Temos excelência, domínio, expertise, proficiência, capacidade comprovada para evitar prejuízos humanos irreparáveis e imensuráveis com perdas de vidas humanas e ambientais. Reduzir custos, incluindo processos, condenações, perdas de qualidade e competitividade. É uma questão de “escolhas” e de renúncias! O imediatismo e a ausência de planejamento e de visão estratégica como a utilização de um software de segurança e medicina do trabalho, multas irrisórias estimulam a falta de maturidade e de cultura prevencionista, gera este resultado:

No mundo, a cada 15 Segundos um trabalhador morre devido a ACIDENTE OU DOENÇA DO TRABALHO (acdt). A cada 15 segundos registra-se 160 ocorrências de ACDT no mundo. A cada dia (diariamente) 6.300 óbitos VÍTIMAS de ACDT. No Mundo, anualmente registra-se óbitos de três milhões de trabalhadores, anualmente por ACDT

– sofrimento e perdas econômicas de cerca de 5,4% do PIB anual mundial”.

Observatório de SST, Ministério Público do Trabalho: Nos últimos 10 anos, entre 2012 e 2021, mais de 22,9 óbitos acidentes de trabalho no país.

No Brasil , oacidente e a doença do trabalho geram um o prejuízo anual, estimado em R$ 470 bilhões anuais. PIB ano 2021 foi de R$ 8,7 trilhões

Neste cenário, a prevenção de acidentes, a gestão e o gerenciamento de riscos com um sistema de gestão em sst é necessidade imperiosa e permanente, uma prioridade em qualquer sociedade de trabalho, pois é considerada um princípio fundamental em um direito do trabalho e, amparado pela constituição Brasileira a todos os Trabalhadores, público ou privado.

A SIPAT – Semana Interna de Prevenção de Acidentes é um evento especial. Uma celebração à prevenção e a proteção à VIDA, à saúde e a integridade física de quem produz – sustentabilidade. Elaborada e implementada pelas CIPAs, onde existir, e pelo designado, onde não existir, é de caráter legal e obrigatório.

Comunitária, coletiva, ampliada, uma celebração à vida! Uma semana em que se intensificam ações educativas-preventivas, de reflexão não sobre o preço, mas sobre valores e princípios de sustentabilidade.

Trata-se reforçar valores, e princípios inegociáveis.

A SIPAT carrega esta carga de aprendizagem com trocas de experiência, tecnologia e conquistas compartilhadas com criatividade em diferentes abordagens. Uma vez por ano, uma semana especialmente dedicada à proteção dos trabalhadores, à prevenção de acidentes e a promoção da saúde. O Foco da SIPAT é o trabalhador como agente e paciente de transformações! Recomenda-se especial atenção para não permitir desviar o foco da celebração.

Segurança e saúde (tema da SIPAT) é o alicerce ou sustentáculo básico como necessidade do ser humano.  Acontece de forma “instintiva” ou “racional”. Racionalizada, compreendida sustenta a evolução da sociedade de trabalho, da prosperidade dos negócios.Todos nós, de alguma forma a praticamos. A SIPAT estimula o desenvolvimento de “LIDERANÇAS” e de gestores melhor preparados para lidar com pessoas, gostar de pessoas…

Uma das ações mais reconhecidas da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (CIPA) ou designados (NR 5.4.13 https://www.gov.br/trabalho-e-previdencia/pt-br/composicao/orgaos-especificos/secretaria-de-trabalho/inspecao/seguranca-e-saude-no-trabalho/normas-regulamentadoras/nr-05-atualizada-2021-1-1.pdf) é a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT), que visa a reflexão e o estímulo à  consciência prevencionista – a vida é o maior patrimônio. Para isso, uma semana inteira de atividades diferenciadas focadas na aprendizagem e evolução de SST.

A SIPAT está prevista na lei, de acordo com a NR 5.3.1 da Portaria nº 3.214,  letra i) promover, anualmente, em conjunto com o SESMT, onde houver, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho – SIPAT, conforme programação definida pela CIPA.

Qual o papel da CIPA?

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA, na forma da Lei, tem por objetivo a prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, de modo a tornar compatível, permanentemente, o trabalho com a preservação da vida e promoção da saúde do trabalhador.

Assim, a CIPA é uma comissão interna, não remunerada, voluntária e de expressiva contribuição para a redução de custos relativos ao infortúnio laboral, gerando benefícios diretos à todas as partes envolvidas.

Ninguém é capaz de “conscientizar” alguém!!! A consciência é visceral, consanguínea e brota de uma necessidade individual, sensorial, pelo convencimento do indivíduo. A sua maior “motivação” (motivos para a ação…)que estimula a mudança comportamental, resta consolidada pelo convencimento entre perdas & danos, ou seja, se movimenta, muda e evolui para evitar uma perda ou obter um ganho.

A SIPAT é uma ferramenta que possibilita esta estimulação. O pensamento estratégico, ponto futuro sob perspectivas econômica, financeira, processos, aprendizagem… Evolução, maturidade em Segurança e Saúde Ocupacional e consciência prevencionista – Mudança comportamental.

Objetivos Estratégicos da SIPAT

Estimular o comportamento seguro das pessoas (empregadores e trabalhadores) ante aos perigos e riscos ocupacionais;

Aceitar, Identificar e reconhecer os perigos – nenhuma atividade humana é isenta de perigos;

Demonstrar técnicas para avaliar e categorizar os Riscos Ocupacionais vinculados aos perigos;

Entender e compreender as razões sobre custos imensuráveis e irreparáveis; perfeitamente evitáveis;

Apresentar elementos de convicção e razões de convencimento para escolhas e decisões assertivas no campo da proteção e prevenção de perdas (humanas, materiais ou ambientais;

Compartilhar caminhos e soluções criativas para a gestão e o gerenciamento de riscos ocupacionais.

Duração e regras da SIPAT

Uma Semana de atividades contínuas realizada anualmente, durante o expediente normal da Organização de modo a alcançar toda a sociedade de trabalho. A retenção da informação (registros, provas) é requisito legal.

De forma criativa e estimulante organizar os conteúdos programáticos, prover recursos humanos, materiais e financeiros, metodologia, recursos didáticos pedagógicos necessários, formas de abordagens, garantia de participação dos trabalhadores, registros e aferição de desempenho é de responsabilidade da Organização com o aval da CIPA, onde houver.

Como mobilizar e estimular empregados a participarem da SIPAT?

Processos criativos e inovadores de comunicação e expressão, encantamento. Ouvir os trabalhadores nesta construção. Trabalhar as políticas, missão, visão, valores e princípios da Organização. Qual é o verdadeiro valor que esta Organização dá a SST???

Ou está só a cumprir tabela…evitar auto de autuação, infração e multa? Fazer só no papel…?

Técnicas & práticas bem-sucedidas devem mostrar alternativas. Visitas de Benchmarking. Planejamento estratégico, ações e metas bem definidas, indicadores estratégicos como métrica de avaliar resultados, Participação não deve ser obrigatória. Estimule, convença, arraste, promova a ação de participação pelos motivos que você entrega! Demonstre claramente a importância da saúde e da vida de cada um no exercício de sua plena capacidade laboral.

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo