Quais são os riscos psicossociais?

Neste artigo de Pedro Pereira, ele oferece insights essenciais sobre Saúde Ocupacional, especialmente no que diz respeito aos desafios dos Profissionais de Segurança e Saúde Ocupacional. Focando nos Fatores de Risco Psicossociais, este artigo desvenda questões como abalos psicológicos, insegurança, ansiedade e outros problemas comuns nos ambientes de trabalho. Pedro Pereira explora suas causas, sintomas e estratégias para prevenção desses problemas. Este conteúdo é fundamental para profissionais e interessados em entender e lidar com esses riscos no ambiente profissional. A leitura oferece uma visão prática e direta sobre como reconhecer, enfrentar e prevenir esses desafios, promovendo, assim, ambientes laborais mais saudáveis e produtivos. Vamos lá?

Riscos Psicossociais e cognitivos na Saúde Ocupacional

E o teu PGR? Reconhece preliminarmente este Fator de Risco (Perigo)?  Analisa? Inventaria? Categoriza o risco? E a partir dali, faz o plano de ação e controle? Qual a sua análise de Desempenho neste quesito? Evidencia boas práticas e melhoria contínua… E a Busca Ativa NR 7, nem pensar?

Os Profissionais de Segurança e Saúde Ocupacional – legitimados por lei, vivem um momento de grandes transformações. Primeiro endógena, de entender-se enquanto legitimado está, para entender o seu papel dentro destes elevados padrões de qualidade e comportamental necessário à transição. Depois, exógena, entender a partir dos novos conceitos e requisitos legais o quanto que ele deve e pode movimentar de saber a fim de assimilar e favorecer a transformação do mecanismo (individual) de defesa para a estratégia (o coletivo) de defesa nesta construção de resultados e melhoria contínua para todos os seus clientes.

Neste cenário de 5 (cinco)  grupamentos de Fatores de Risco (Perigo), sendo:

– Grupo Físico, Grupo Químico, Grupo Biológico, Grupo de Acidentes e Grupo Ergonômicos.

Neste artigo vamos abordar apenas  este último – O Grupo de perigos Ergonômicos. Dentro do Grupo Ergonômico ainda temos 5 (cinco) FATORES DE RISCO (PERIGO), ou seja:

– Fator de Risco Biomecânico;

– Fator de Risco Mobiliários e Equipamentos;

– Fator de Risco Organizacional;

– Fator de Risco Ambiental;

Fator de Risco Psicossocial ou Cognitivo. É sobre este último – Fator Psicossocial / Cognitivo nossa abordagem.

Lembrando que o Fator de Risco é o PERIGO. Que Risco, é a exigência da atividade, exposição ou a proximidade do perigo!

É recomendável amplo domínio, expertise sobre a terminologia dada pela NR 1 Anexo I – Termos e Definições. Da mesma Forma, entender qual é o Objetivo da NR 1.1 e  o Campo de aplicação da NR 1.2. Tudo certo? Vamos adiante.

Muitos profissionais recorrem á nossa Consultoria em virtude de ações demandadas pela autoridade do AFT, sobre a temática. E agora, meu PGR, como que eu faço, desfaço ou não faço, etc e tal…. Pois bem, espero que possamos ajuda-lo na orientação e na tomada de decisão.

Quais são os problemas psicossociais?

Fatores ligados diretamente aos locais de trabalho, entre os principais problemas podemos ressaltar o abalo psicológico; a insegurança; apatias; fobias; ansiedade; medos, depressão, falta de atenção, de concentração e de memória.

Quais são os fatores psicossociais?

Alguns autores consideram seis dimensões dos fatores psicossociais de risco: intensidade e condições temporais do trabalho, exigências emocionais, autonomia, relações sociais, conflito de valores e insegurança nas situações de trabalho.

Quais os principais fatores que geram riscos psicossociais?

As razões que levam à existência de riscos psicossociais em uma empresa, geralmente, podem ser divididas em três categorias:

  • Ligados à tarefa. …
  • Ligados à organização do trabalho. …
  • Ligados à estrutura organizacional. …
  • Redução nas defesas psíquicas. …
  • Acidentes de trabalho. …
  • Alterações comportamentais.

Quais as causas das doenças ocupacionais psicossociais?

  • Atividades repetidas ou desgastantes;
  • Pressão psicológica ou por resultados;
  • Maus líderes;
  • Prazos curtos;
  • Acúmulo de tarefas;
  • Falta de um programa de qualidade de vida no trabalho;
  • Ambiente de trabalho estressante;
  • Falta de uma boa comunicação no trabalho.

Quais os Sintomas das doenças ocupacionais psicossociais:

  • Stress em excesso e, em muitos casos, sem motivo aparente;
  • Falta de motivação para tarefas mais complexas;
  • Redução da produtividade;
  • Cansaço sem motivo aparente;
  • Dificuldades para se concentrar em determinadas tarefas;
  • Falta de vontade para interagir com os colegas.

Quais são as dores psicossomáticas?

  • Sistema Circulatório: dor no peito, palpitações, pressão alta e sintomas parecidos com os do infarto. Sistema Respiratório: falta de ar e sufocamento. Estômago: dor, queimação, náuseas, gastrites e úlceras gástricas; Intestino: prisão de ventre ou diarreias (Síndrome do Intestino Irritável);

Quais as formas de prevenir os riscos psicossociais?

Fomentar a boa comunicação no local de trabalho; Teambuildings, de forma a melhorar o relacionamento entre os trabalhadores; Promover a Saúde e Bem-Estar, facilitando o acesso a acompanhamento psicológico individual quando necessário, a dinamizando ações de formação/sensibilização e workshops.

O que são características psicossociais?

Entende-se por características psicossociais, para efeitos desta pesquisa, os pensamentos, sentimentos e ações que aparecem mais intensamente nas relações.

O que são atividades psicossociais?

Atividade psicossocial desenvolvida no CREAS junto à adolescentes. De cunho psicológico e fundamento socioeducativo, as atividades tem por finalidade promover reflexões para construção de novas perspectivas acerca de si mesmo e de suas relações afetivas e sociais.

O que é o exame psicossocial? Qual é seu propósito?

Os exames psicossociais são realizados por profissionais habilitados para tal, com o objetivo de avaliar os empregados que atuam em situações de risco, tais como altura, espaços confinados, eletricidade, explosivos e manuseio de materiais inflamáveis, Radiação ionizante, atividade de mergulho, vigilância armada, atividade de mergulho de acordo com a pressão que estão sofrendo. Inexiste razão de impedimento para que, a critério do profissional legalmente habilitado, seja extendido o monitoramento a outras atividades que considerar de elevado risco.

O que é uma doença psicossomática?

Também conhecida como somatização ou transtorno somatoforme, as doenças psicossomáticas são desordens emocionais ou psiquiátricas que afetam também o funcionamento dos órgãos do corpo. O estado  sofrimento constante, sem melhor elaboração ou tratamento vai somatizando, aumentando a carga eo desencadeamento de outras patologias neuropsicofisiológica

O que é bem-estar psicossocial?

Trata-se de um estado de bem-estar no qual um indivíduo realiza suas próprias habilidades, pode lidar com as tensões normais da vida, pode trabalhar de forma produtiva e é capaz de fazer contribuições à sua comunidade.

Como avaliar risco psicossocial?

A avaliação dos riscos psicossociais realizada pelo psicólogo contempla aspectos emocionais, comportamentais, de personalidade e cognitivos do indivíduo, visando mapear o seu perfil psicológico para o desempenho das atividades laborais, considerando indicadores de vulnerabilidade e recursos de enfrentamento.

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo