Quais as diferenças entre ato inseguro e condição insegura?

Tanto as condições, quanto os atos inseguros, podem acarretar acidentes no ambiente de trabalho. É importante conhecer cada um deles a fim de reconhecer seus riscos e minimizá-los, melhorando a segurança e a saúde dos trabalhadores.

Os conceitos podem parecer muito parecidos, mas definem coisas bem diferentes. E é sobre estas diferenças que fala nosso artigo de hoje. Confira!

ATOS INSEGUROS

Os atos inseguros são práticas, hábitos ou condutas adotadas por trabalhadores, sob ciência ou não do empregador, e que os expõem a riscos de acidentes de trabalho.

Nestes atos, podem ser enquadrados o desrespeito a regras, normas, ordens ou procedimentos de segurança, não uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), uso de utensílios e ferramentas de forma errada ou improvisada, falta de atenção na execução das atividades, negligência quanto a restrições de segurança, exercício do trabalho sob o consumo de substâncias entorpecentes, manuseio de máquinas e equipamentos ou desempenho de funções sem a devida capacitação, entre outros.

CONDIÇÕES INSEGURAS

Já as condições inseguras são falhas não na conduta dos trabalhadores, mas sim no ambiente de trabalho, que colocam em risco a segurança dos profissionais gerando a possibilidade de acidentes.

Importante saber que Condições Inseguras não são o mesmo que Riscos Ocupacionais, já que estes contemplam atividades com risco potencial, como o trabalho com eletricidade ou fogo, por exemplo.

A Condição Insegura envolve a não adequação do ambiente de trabalho às normas de SST que o regem, e isso pode incluir problemas de estrutura física, de iluminação ou de temperatura (climatização), erros nos processos de manutenção e limpeza de máquinas e equipamentos, falta de cuidado na exposição ao excesso de ruídos, poeiras ou outros poluentes, não implantação ou fraca comunicação de políticas e regras de SST, entre outros itens.

COMO NÃO CORRER ESTES RISCOS?

Para evitar as Condições Inseguras e os Atos Inseguros, é fundamental contar com um bom programa de SST, que conte com regras claras, uma boa e constante comunicação destas regras aos colaboradores, fornecer EPI adequado às funções e locais, bem como informações sobre o correto uso destes recursos, realizar análise e diagnóstico de riscos, adotar uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e, é claro, contar com o auxílio da tecnologia.

Neste quesito, a RSData tem o sistema ideal para ajudar empresas de todos os setores a gerenciar todo seu ambiente de Segurança e Saúde do Trabalho. Nosso software especializado é construído a partir da expertise de profissionais nativos do mercado de SST, com décadas de experiência neste mercado, desenvolvido com respaldo nativo na legislação brasileira da área e, além de tudo, agrega benefícios como o suporte mais interativo do mercado, oferecendo atendimento ao vivo, via MS Teams, para clientes por meio do Clube RSData.

Saiba mais sobre tudo isso e leve estas vantagens para sua Gestão de SST: https://www.rsdata.com.br/fale-conosco

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo