Análise de risco e limpeza de ambientes na pandemia

RSData software de sst

SST: análise de risco e limpeza de ambientes na pandemia

O Coronavírus está longe de cessar, mas já nos mostrou inúmeras lições ao longo dos últimos meses. Entre elas, claro, está o desafio de combatera doença e como proteger a segurança e a saúde no trabalho.

Por isso, se torna cada dia mais importante que empresas de todos os segmentos e portes invistam na análise de risco e limpeza de ambientes na pandemia.

E você, sabe qual a melhor forma criar e manter os progressos realizados na supressão da transmissão do vírus?

 

Análise de risco e limpeza de ambientes na pandemia

Enquanto médicos e profissionais da saúde se debruçam em busca de soluções e respostas, as outras áreas não ficam atrás – e nós, da área de segurança, também somos e seremos protagonistas nessa missão.

A SST tem e terá papel crucial e decisivo diante dessa pandemia, principalmente no restabelecimento das condições de saúde e segurança indispensáveis aos ambientes laborais.

Sendo assim, o processo de avaliação de riscos se torna ainda mais indispensável. Ademais, identificar, analisar e avaliar as ameaças presentes no ambiente de trabalho requer, entre outras coisas, uma gestão eficaz e focada na análise de dados.

Antes da pandemia, vale lembrar, que os riscos analisados eram os presentes ou decorrentes das atividades desenvolvidas pelos trabalhadores. No entanto, visto ser impossível delimitar a presença do vírus, pode-se dizer que há um novo agente – o novo coronavírus – e esse deve ser considerado como presente em todos os ambientes de trabalho.

 

Acompanhamento contínuo das condições de SST

Além de todos os equipamentos de proteção e a importância da conscientização de como utilizá-los corretamente, já é urgente a necessidade de acompanhar as condições de SST.

Além disso, a avaliação adequada dos riscos é o que vai garantir que os protocolos de segurança relacionados ao risco de contágio sejam adaptados aos processos de forma eficiente.

Vale ressaltar que esses cuidados não serão necessários apenas enquanto o problema existir, mas durante o pós-pandemia, de modo a evitar recidivas. Bem-vindos ao novo normal!

 

O vírus não escolhe o ambiente 

Não importa se é uma indústria ou uma pequena empresa, pois todos os espaços podem estar potencialmente contaminados, mesmo no caso de um escritório pequeno em um prédio corporativo.

Sendo assim, antes de qualquer coisa, o processo da análise de risco é a primeira etapa para que ações de limpeza e desinfecção sejam colocadas em prática.

Órgãos como a Fiocruz, infectologistas e especialistas recomendam a limpeza frequente das superfícies e espaços com soluções como álcool em gel (70%); hipoclorito de sódio, álcool etílico, além de outros desinfetantes certificados pela ANVISA.

Sabendo que não existe um limite para as ações de limpeza de superfície, o mais importante é manter espaços desinfetados. Afinal, pesquisas apontam que o Coronavírus sobrevive por dias nas superfícies.

 

Novo normal requer maior atenção ao EPI

Já falamos sobre isso, mas é importante relembrarmos que, quanto ao EPI, a importância é máxima.

Cada colaborador ou equipe precisa receber os Equipamentos de Proteção Individual adequados às funções que desempenharão e às medidas de segurança e saúde exigidas nas medidas anti-disseminação do novo Coronavírus.

Quando todos estiverem com seus EPIs em dia, somente aí o trabalho pode iniciar. Mas, é preciso também que todos saibam utilizar os equipamentos da maneira correta, bem como se comportar de maneira adequada nos espaços de trabalho, e isso demanda instrução por parte das empresas.

Assim, ao empregador cabe criar e distribuir instruções sobre o momento atual, certificando-se de que todos tenham pleno entendimento do que é norma, do que é expectativa, do que é permitido e não permitido.

Higiene, distanciamento físico, uso de EPI, compreensão dos impactos de negligenciar qualquer um destes campos, tudo isso precisa ser muito claro às equipes e aos gestores no retorno às atividades presenciais.

Somente assim o trabalho poderá ser desempenhado de maneira satisfatória mediante o atual cenário, de pandemia da Covid-19, sem gerar riscos tanto à segurança e saúde dos trabalhadores, quanto às empresas.

 

Você vai gostar de ler também:

Colaborador Doente Pode Ser Desligado Do Trabalho?

NEN Para Insalubridade: É Possível?

Sinais Que Antecipam Possíveis Acidentes De Trabalho

 

Gostou? Ficou com alguma dúvida?
Deixe seu comentário!

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter: