A MATURIDADE EM SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL E O NÍVEL DE CONSCIÊNCIA

NR 4

A desejável “*maturidade” em se tratando de Segurança e Saúde Ocupacional – SSO,  ainda parece um pouco distante do cenário produtivo brasileiro. Para que se alcance o desejável, é necessário uma profunda mudança de valores, onde a Segurança e Saúde daquele que produz seja o bem maior, a riqueza maior a ser acautelada, preservada, protegida. Enquanto a mudança tiver foco apenas em “redução de custos”; não acontecerá! A mudança comportamental será o sustentáculo desta reconstrução. Para ocorrer a mudança comportamental em busca da inovação, é oportuno reavaliar o nível de consciência dos atores envolvidos. Esta faculdade da razão de julgar os próprios atos, separar o certo do errado, esta honestidade com a gente mesmo, esta probidade e honradez com aquilo que não nos pertence – a vida, a integridade física e a saúde de outrem, este zelo, cuidado, esmero em proteger e querer bem o semelhante aproveitando o nosso estado saudável do sistema nervoso central que nos permite pensar, observar e interagir com o que nos cerca. O Comportamento seguro – base de tudo, só é alterado à medida que o indivíduo percebe o que pode perder ou o que pode ganhar com a mudança comportamental para sua evolução. A consciência brota do âmago, é visceral, é consanguínea, portanto, é convencimento de uma necessidade onde a escolha de perder ou ganhar, pertence ao indivíduo.  E os resultados também! Mesmo sabendo, que são muitos os fatores que podem influir nesta capacidade de percepção do risco, o que poderia elevar o nível da régua, é preciso desconstruir e reconstruir elementos de convicção e razões de convencimento o tempo todo, todo o tempo. Quando nos permitirmos aceitar que podemos fazer mais, entregar mais, melhor e para todos, esta probidade e honradez habitual com que tratamos aquilo que não nos pertence, faz uma enorme diferença. Sabemos o caminho. Não conhecemos o caminho. Temos que percorrer o caminho e fazer aprendizagem juntos. A maturidade em SSO nasce com a elevação do nível de consciência, que faz mudar o comportamento, que gera novos resultados e garante a evolução.

* Diz-se da idade em que já se não deve estar sujeito a imprudências ou a veleidades. Circunspecto, prudente. Em estado de ser resolvido.

PEDRO VALDIR PEREIRA
Safety Technician-Ergonomics, Occupational hygienist, Health and Safety /Reg. MTb. 45/00069-2 Formação Profissional Coaching Gerencial; Técnico Internacional em Emergências Químicas – Especialista em Atendimento de Emergências – NFPA 472 U.S.A;
HazMat Technician Standard for Professional Competence of Responders to Hazardous Materials Incidents – Technician Level – transportation technology center, University of Texas at Austin – inc. USA; Instrutor Credenciado CMBM / CBM RS REG. N° 000.185 / 2011, N° 0.379 / 2013, 551/2015, 733/2017, 078/2019; Juiz do Tribunal de Mediação e Arbitragem do RS / TMA RS – Matrícula TMA/RS 1328;
Consultor Técnico – Defesa Civil RS; Membro da Cruz Vermelha Internacional – Vale do Taquari; Delegado Eleito para representar o RS na Conferência Nacional de Defesa Civil – Brasília em NOV 2014;
Instrutor, Professor, Comunicador, Palestrante, Coordenador de SST, Consultor Técnico em SST.

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo