50 TONS MAIS ESCUROS DE SST

Em nosso Artigo anterior “50 Tons de SST” e relação bem simples que deveria ocorrer quanto aos Setores / Departamentos que direta ou indiretamente as empresas possuem conforme a figura abaixo, devem ‘Interagir”.

A relação vai além da Segurança, Medicina e Contabilidade e que os demais setores são importantes e fundamentais para o sucesso de se estruturar a empresa para o eSocial e para as obrigações que envolvem as Normas Regulamentadoras e suas atualizações que estarão obrigatórias em 03 de janeiro de 2022.

No atual cenário, estes Setores interagem na maioria dos casos da seguinte forma:

  1. A Segurança procura a Medicina ou a Medicina procura a Segurança quando ocorrem eventos que são de grande impacto no ambiente da empresa e em situações que também envolvem atividades no âmbito interno de um Cliente.
  2. A Segurança e/ou Medicina procuram o DP / RH ou o DP / RH procura a Segurança e/ou Medicina quando envolve processos trabalhistas (daí temos em algumas ocasiões a participação do Jurídico) na tentativa de reverter os pleitos advindos da ação proferida que pode abrir um grande precedente para os demais empregados.
  3. Gestores / Contratos traz uma outra cobrança e forma de buscar na Segurança, na Medicina e no DP / RH as soluções e garantias de que todas as obrigações estão sendo atendidas, porém em muitos dos casos não se envolvem mais profundamente para realmente conhecer e entender, podendo assim obter com mais efetividade o atendimento real das obrigações. 4. Daí temos o TI que devido o eSocial passou a figurar mais intensamente em algumas empresas interagindo nas soluções que envolvem os Softwares, compatibilidades com sistemas antigos, transição de dados e entre outros eventos. Para outras, a dificuldade vem com o Software e a limitação dos profissionais que lidam diretamente na alimentação de dados no sistema e nas situações já listadas acima.

Um planejamento estruturado deve mapear as correlações que cada Setor terá no processo pois as informações estão interligadas em se tratando de se olhar mais atentamente quanto as vulnerabilidades que uma empresa possui, ou seja, a sua empresa sabe onde estão estas vulnerabilidades?

O eSocial já está obrigatório para empresas do Grupo 1, e ano que vem temos os demais Grupos passando a cumprir esta obrigatoriedade. Como está e estarão as empresas quanto a terem esta importante interatividade? Um ponto é certo, deixar para resolver quanto der um problema pode ser mais difícil e complexo do se possa imaginar.

 

 

Paulo Leal
Engº de Segurança do Trabalho;
Ergonomista;

 

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo