10 Passos para Gestão de Riscos Químicos

Em toda e qualquer atividade humana existem perigos! Riscos NEM SEMPRE. Somente quando houver atividade laboral com exposição, proximidade ou ao alcance do perigo. Muitos olham; poucos enxergam os perigos. Pouquíssimos percebem e se preparam para o enfrentamento do infortúnio laboral.

Os produtos ou substâncias químicas perigosas orbitam nas mais variadas atividades ocupacionais, sejam diretamente enquanto matéria prima indispensável ao processo produtivo, seja enquanto apoio ao processo na descontaminação, esterilização, na limpeza em geral. Em se tratando de produtos químicos perigosos, entre outros, a ignorância e/ou despreparo para perceber antecipadamente o “risco ocupacional” a que são expostos milhões de trabalhadores diariamente, representa uma Amazônia de tragédias perfeitamente evitáveis. O acidente não ocorre por acaso! Só ocorre onde a prevenção falha!

O saber, o domínio, a expertise, a proficiência ampliam horizontes. Do alto do conhecimento, enxerga mais longe, percebe antes e permite mudar os rumos da história – É a prevenção de acidentes com produtos químicos. Acidentes acontecem porque há erros. Erros que se apurada as responsabilidades e punidos exemplarmente, constitui-se numa prática pedagógica das mais eficazes. Evita-se as mortes indesejáveis por “acidente” que não é acidente de trabalho.

Estima-se que, anualmente, são produzidos 500.000 novos compostos químicos obtidos da combinação entre os 113 elementos químicos atualmente conhecidos

Quantas substâncias químicas existem no mundo?

Atualmente, de acordo com dados da ACS (American Chemical Society), existem no mundo mais de 11 milhões de substâncias químicas, sendo que cerca de 80 mil estão entre as de uso mais comum, seja na indústria alimentícia, farmacêutica ou de uso doméstico.

Qual e a substância mais perigosa do mundo? Toxina botulínica

A toxina botulínica é considerada a substância química mais tóxica, com base no fato de que uma quantidade muito pequena dela – na ordem de nanogramas – mata um ser humano. A toxina botulínica é uma neurotoxina, produzida pela bactéria Clostridium botulinum. A Clostridium botulinum é uma bactéria anaeróbia, que em condições apropriadas à sua reprodução, cresce e produz sete sorotipos diferentes de toxina. Dentre esses, o sorotipo A é o mais potente.

Os químicos são Indispensável para a vida humana: Paradoxalmente maior fonte de poluição de ar, mananciais de águas (superfícies e subterrâneas)  e superfície terrestre.

Além disso, é uma alta fonte de insalubridade e, que provoca mais de 500.000 mortes anuais no mundo.

APRESENTAMOS 10 (dez) PASSOS IMPORTANTES PARA O CONTROLE DO RISCO QUÍMICO

  1. Memorial Descritivo/ Inventário Risco Químico (Estruturas, Localização, Bloqueios, Controle de Acessos…)
  2. Análise Técnica das FISPQs (Ficha de Informações de Segurança Produtos Químicos)
  3. Gestão de Mudanças (Controles entradas e movimentação Substâncias)
  4. Procedimento de Seg. p/  Armazenamento, Manut., Manipulação e Rotulagem
  5. Programa de Gerenciamento / Controle Risco Químico (Metas, Indicadores, Prazo, Análise de desempenho, etc.)
  6. Matriz de Capacitação e Treinamentos
  7. Inspeções Periódicas com
  8. Licenciamento Ambiental
  9. Procedimento de Respostas à Emergências com exercícios simulados
  10. Auditorias periódicas (comprovação controles e eventuais Não Conformidades)

Propomos uma mudança do nível da régua. Somente a inovação, deixar pra trás esta “normose” perversa e pensar estrategicamente o desenvolvimento do trabalho seguro, é dever de todas as partes envolvidas – Empreendedor, Trabalhador, Governo e a Sociedade!

Os artigos reproduzidos neste blog refletem única e exclusivamente a opinião e análise de seus autores. Não se trata de conteúdo produzido pela RSData, não representando, desta forma, a opinião legal da empresa.

Categoria

Últimas Postagens

Siga a RSData

Inscreva-se em nossa Newsletter:

Pular para o conteúdo